Paris, vista poeticamente por Edgar Morin

morinAo receber em 2012 a Médaille de Vermeil, sendo homenageado como ilustre cidadão parisiense, o filósofo e sociólogo Edgar Morin relembrou, em seu discurso de agradecimento, a intensa relação com a capital francesa, e pela primeira vez pensou em escrever uma autobiografia. Assim nasceu Minha Paris, minha memória (Bertrand Brasil), onde ele visita a história da moderna capital francesa com olhar poético, de quem conhece cada detalhe – por ter vivido boa parte dessa trajetória. Escrito em ordem cronológica, além de pontuar momentos de sua vida pessoal, como a morte da mãe, o primeiro beijo e o amor pela sétima arte, o livro mostra que a cidade teve papel importante na formação intelectual de Morin, autor de mais de 30 livros. Tradução de Clóvis Marques.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s