Mimo terá chuva de poesia no Rio

mimo-festivalCriada pelo poeta, tipógrafo e artista plástico Guilherme Mansur, a Chuva de Poesia, realizada há mais de 20 anos em Minas Gerais, será apresentada no Rio durante o festival de música instrumental MIMO. A iniciativa faz chover poesia do céu das cidades. Do alto de locais selecionados, milhares de folhas soltas coloridas, com tipografias especiais, são lançadas ao vento para o público que, invariavelmente, lota os locais para receber as pancadas esparsas dos poemas. Durante a primeira edição carioca do MIMO, serão realizadas quatro chuvas. No dia 15/11, às 16h30, haverá uma especial em comemoração ao 55º aniversário do Museu da República, no Catete. Para a celebração, uma seleção de poemas de Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Murilo Mendes e Oswald de Andrade. As outras três, no dia 14, às 16h30, também no Museu, às 17h30, no Parque Lage, no Jardim Botânico, e novamente no dia 15, às 17h30, no Parque Lage, o grande homenageado será o poeta, ensaísta e tradutor pernambucano Sebastião Uchoa Leite (1935-2003), por ocasião de seu 80º aniversário de nascimento.

Captura de Tela 2015-10-30 às 11.18.09

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s