Os livros da vida de Anna Claudia Ramos

12736292_969836839719832_197982076_nAutora de dezenas de títulos para crianças e jovens, Anna Claudia Ramos está com novidade nas livrarias, Enfim, atleta! (Paulinas), que fala de superação, da importância da disciplina para alcançarmos as metas desejadas e junta duas de suas paixões: esporte e literatura. Aqui, ela fala um pouco sobre os livros que marcaram sua trajetória.

SM – Qual o primeiro livro do qual você tem lembrança?

ACR – Me lembro de estar sempre cercada por livros. Nasci em uma casa onde livros faziam parte de nosso imaginário. Sou a filha caçula, então, já nasci em um ambiente com livros. Mas alguns livros forma bem marcantes em minha infância. Você me pede para me lembrar do primeiro… difícil porque talvez tenham sido os contos de fadas. Adorava A pequena vendedora de fósforos e O soldadinho de chumbo. Mas eu tinha muitas coleções de livros. Tinha uma que se chamava Pequenas estórias ilustradas, com os livros quadradinhos, bem pequeninos, que eu amava. Adorava também um livro chamado Que horas são?, com a Família Telerim. Andava com esse livro por todos os lados. Mas uma coisa foi bem marcante: a revista Recreio do início dos anos 1970, onde li textos de Ruth Rocha e Ana Maria Machado, e a Turma do Pererê, do Ziraldo, que li tanto que os meus exemplares nem capa mais têm. Aos sete anos li Babioca, o cavalinho medroso, de Mary Veen, que foi importantíssimo para minha vida, assim como O cavalinho azul, de Maria Clara Machado. Mas como eu me apropriava das histórias, me sentia a própria Clara-Luz de A fada que tinha ideias, de Fernanda Lopes de Almeida. Tenho esses livros até hoje!

SM – Que livro mais marcou a sua vida?

ACR – Se eu pensar na minha infância foi A bolsa amarela, de Lygia Bojunga, não tenho dúvidas, pois este livro marcou na verdade várias fases de minha vida e me abriu a cabeça para entender o que é poder morar em um livro que te acolhe em todos os seus sonhos, te preenche o imaginário, entende? Mas livros para mim são divisores de água, poderia listar vários livros que dividem a minha história de vida, tipo a Anna Claudia antes e depois de ler tal livro. Faria aqui uma listinha… rsrsrs.

SM – O que você está lendo agora?

ACR – Estou relendo Paulo e Estevão, pelo espírito Emmanuel, psicografado por Francisco Cândido Xavier, que é um desses livros divisores de água em minha vida. Ao mesmo tempo sigo lendo dois e-books que comprei recentemente: Aquela água toda e Caderno de um ausente, ambos de João Anzanello Carrascoza. Também estou relendo A metamorfose, de Kafka, como pesquisa para um livro juvenil que estou começando a escrever.

12715263_967702416599941_7587938636474831960_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s