Os livros da vida de José Castello

img-20161122-wa0012
José Castello com os sobrinhos, para os quais dedica o novo livro

Em seu novo livro Dentro de mim ninguém entra (Berlendis & Vertecchia), o jornalista e escritor José Castello traz um protagonista livremente inspirado no artista Arthur Bispo do Rosário, que chegou a entrevistar em 1985, em uma casa de saúde mental no Rio de Janeiro, quando era repórter da revista IstoÉ. Esse encontro está narrado no texto “O mordomo do apocalipse”, que complementa o livro.

unnamedO lançamento será logo mais, às 19h, na Livraria Argumento (Rua Dias Ferreira, 417 – Leblon – Rio de Janeiro). No sábado, Castello faz uma sessão de autógrafos às 15h30 no Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea (Estrada Rodrigues Caldas, 3.400 – Taquara – Rio de Janeiro). Aqui, ele fala sobre suas leituras favoritas.

SM – Qual o primeiro livro do qual você tem lembrança?

JC – Comecei – como muitos garotos de minha geração – lendo a obra infantil de Monteiro Lobato. Mas o primeiro livro que me marcou realmente foi o Robinson Crusoe, de Daniel Defoe. Eu o li pela primeira vez entre os oito e nove anos de idade. Tomei um choque. A história daquele homem solitário numa ilha deserta era a minha própria história de menino. Embora vivesse com meus pais e irmãos, sempre fui um menino tímido e solitário, que me sentia isolado de todos e incompreendido. Desde cedo aprendi a apreciar muito a solidão, passava horas e horas sozinho. Tinha a sensação de que dependia apenas de mim, de que contava apenas comigo – exatamente como Robinson em sua ilha deserta. Reli o livro várias vezes seguidas, tornou-se uma obsessão. Creio que foi através de Robinson Crusoe que começou meu amor pela ficção.

SM – Que livro mais marcou a sua vida?

JC – Muitos livros marcaram minha vida – Robinson Crusoe certamente foi um dos mais importantes deles. Mas talvez o livro que tenha marcado minha entrada na maturidade tenha sido A paixão segundo GH, de Clarice Lispector, que li pela primeira vez aos 19 anos. O impacto foi tão grande que simplesmente caí doente. Os médicos não sabiam o que eu tinha: uma febre persistente, uma fraqueza, sem outros sintomas. Até que o velho médico de minha avó Iracema, depois de me examinar, matou a charada. “É apenas uma paixonite”, ele diagnosticou. Eu estava doente do livro de Clarice e o médico conseguiu ler isso em meu corpo! Estou sempre a reler GH, é um livro que nunca se esgota. E que amplia de modo radical nossa percepção da realidade.

SM – O que você está lendo agora?

JC – Estou relendo, pela quinta ou sexta vez, já não sei mais, O processo, de Franz Kafka. Farei uma palestra sobre o livro no Recife no fim do mês. É um livro espantosamente atual. A história de Joseph K. preso sem saber por que, acusado sem saber do que, inteiramente solitário e atordoado, reflete de modo muito contundente nossa realidade atual. Vivemos em um mundo sombrio, e estranhamente saturado de luzes. As luzes, em vez de iluminar, tornam nosso mundo opaco. É o mundo dos escândalos, das perseguições políticas, do sensacionalismo. Um mundo hiper exposto, tão exposto que na verdade se torna indecifrável. Um mundo radicalizado, conflagrado, em que os ódios e as incompreensões se tornaram a regra. Um mundo histérico – em que todos falam ao mesmo tempo e no qual ninguém consegue mais se entender. Esse nosso mundo, tão triste e infeliz, se parece muito com o mundo vivido por Joseph K. em O processo. A obra de Kafka se revela, em pleno século 21, espantosamente atual. É uma leitura que recomendo com muita ênfase e também muito espanto. Kafka é um de meus autores prediletos, eu o descobri aos 13 ou 14 anos quando li pela primeira vez A metamorfose. E muitos anos depois o transformei num dos personagens de meu romance Ribamar, de 2010. Está intimamente ligado à minha vida. Eu o considero como um irmão mais velho e muito mais sábio.

Anúncios

3 comentários sobre “Os livros da vida de José Castello

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s