Sugestões para o Natal

cr-052Apesar da crise em todos os setores, principalmente no mercado de livros, muita coisa boa foi lançada por aqui em 2016. Separei aqui algumas sugestões de títulos lançados neste últimos meses, que pouco foram falados, mas que são ótimas sugestões de última hora para presentear neste Natal.

Caviar é uma ova (Companhia das Letras) é mais uma seleção de crônicas do ator, roteirista, cronista e poeta Gregorio Duvivier, que faz o maior sucesso nestes tempos virtuais. Os textos vão das manifestações de junho de 2013 ao impeachment de Dilma Rousseff, misturando memórias, ficção, opinião e militância política.

A mesma editora lança uma edição definitiva de Inferno provisório, de Luiz Ruffato, romance em que ele recria literariamente a história do proletariado brasileiro, partindo dos anos 1950 e chegando até o início do século XXI. Publicada originalmente em cinco volumes, a sagra do trabalhador brasileiro agora foi reunida em um só.

yara-amaral_capaA magistral atriz Yara Amaral, morta no acidente do bateau mouche, no réveillon de 1988, ganha uma biografia. Yara Amaral: A operária do teatro (Tinta Negra), escrita pelo premiado ator e dramaturgo Eduardo Rieche, além de reconstruir a trajetória de uma das nossas mais importantes e premiadas atrizes, compõe um vigoroso passeio pela história da dramaturgia nacional e um dossiê sobre o célebre naufrágio. O livro traz ainda cerca de 300 fotos de Yara.

Dom Casmurro, um dos romances mais importantes da literatura brasileira, ganha edição especial da Carambaia (foto principal), com capa dura, ilustrações, fotografias, impressão e acabamentos de qualidade, e o texto de um especialista refletindo sobre os impactos causados pela leitura do livro. O livro tem tiragem limitada a mil exemplares, todos numerados a mão. O caderno de imagens do Rio de Janeiro da época do escritor e do romance ganhou intervenções do artista plástico Carlos Issa. O projeto gráfico, de Tereza Bettinardi, faz uma homenagem à edição original de 1899, repetindo o formato do volume publicado pela Livraria Garnier.

9788556520296-1A Alfaguara segue publicando a obra do japonês Haruki Murakami. O mais novo é um volume que reúne duas novelas escritas nos anos 1970, no início da carreira do escritor, que ainda estavam inéditas no Brasil, Ouça a canção do vento & Pinball, 1973. Alguns dos personagens reaparecem em Caçando carneiros e Dance, dance, dance, obras já bem conhecidas por aqui.

A novidade da Darkside é Bom dia, Verônica, livro de Andrea Killmore, pseudônimo da autora que não quer ser identificada. A editora diz que ela trabalhou infiltrada em um caso policial e mudou de identidade por segurança. Agora, assume nova vocação com o thriller que tem como protagonista a secretária de polícia Verônica Torres, que resolve investigar dois casos que se conectam, o suicidado de uma jovem, que ela presencia, e uma mulher clamando por sua vida, que liga para ela anonimamente.

image002Farmácia literária (Verus), de Ella Berthoud e Susan Elderkin, promove a cura de várias enfermidades por meio de livros. Casos de coração partido, por exemplo, podem ser solucionados com Jane Eyre, de Charlotte Brontë. Contra mau humor, a pedida é A ilha do dr. Moreau, de H.G. Wells. Para entender os hormônios da adolescência, a receita é O apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger. De John Green a Tolstói, as autoras, que se conheceram quando estudavam literatura, viajam através de dois mil anos para selecionar livros que provoquem emoções e também divirtam o leitor. A edição brasileira ganhou indicações de títulos nacionais, inseridos na obra pela equipe da editora.

capa-reduzida-releaseOutro título divertido é As 100 piores ideias da história (Valentina), dos americanos Michael N. Smith e Eric Kasum. Em formato de guia, reúne sandices, furadas e atos sem noção inventados por gente de todas as áreas, como o brinquedo infantil mais perigoso de todos os tempos, o uso de peruca nas partes íntimas e até a criação da dupla Milli Vanilli, com cantores que não cantavam.

menina-bonita-do-laco-de-fitaPara as crianças, a Ática relança Menina bonita do laço de fita, clássico de Ana Maria Machado que já vendeu mais de um milhão de exemplares e está completando 30 anos. A protagonista é uma menina negra que conversa com um coelho, que quer saber o segredo da cor dela. O livro é ilustrado por outro bamba, o cartunista Claudius. Já Luis Fernando Veríssimo estreia na literatura infantil com As gêmeas de Moscou (Companhia das Letrinhas), livro sobre duas irmãs dançarinas que vivem em disputa, até que uma delas acaba aprendendo uma valiosa lição. Ilustrações de Rogério Coelho. Outra pedida é O livro das ideias brilhantes (Valentina), um livro interativo criado pela dupla inglesa The Brothers McLeod, com exercícios engraçados de escrita e de desenho, que podem ser feitos individualmente ou com um amigo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s