Livro traz memórias de judia que se casou com oficial nazista

A mulher do oficial nazistaAté onde você iria para sobreviver a uma guerra? Esta é a pergunta respondida por A mulher do oficial nazista (HarperCollins), que traz as memórias de Edith Hahn Beer, com colaboração da escritora Susan Dworkin. É a história real da judia que se casou com um oficial nazista e sobreviveu ao Holocausto. Aprisionada em um gueto e obrigada a trabalhar como escrava em uma fazenda e em uma fábrica, a austríaca Edith conseguiu escapar e mudar de identidade, fingindo ser a alemã Grete Denner. Até conhecer Werner Vetter, membro do partido nazista que se apaixona por ela. Mesmo confessando ser judia, o oficial a pediu em casamento e manteve sua identidade em segredo. No livro, Edith conta como era viver em constante medo. Ela revela como os oficiais nazistas casualmente questionavam a linhagem de seus pais e descreve o momento em que seu marido foi capturado pelos soviéticos e ela foi expulsa de casa, escondendo-se em escombros porque soldados russos bêbados estupravam mulheres na rua. Apesar do risco que corria, Edith guardou documentos e fotografias, que hoje fazem parte da coleção permanente do Museu Memorial do Holocausto, em Washington. Após a guerra, ela se divorciou, recuperou sua verdadeira identidade, passou a viver em Londres e se casou novamente, dessa vez com um mercador judeu. Com a morte de seu segundo marido, Edith se mudou para Israel. Ela morreu em 2009.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s