Livro de Marcia Tiburi relança selo de clássicos do movimento feminista

image001Feminismo em comum, de Marcia Tiburi, um manifesto sobre o feminismo e a sua potência transformadora, é o primeiro lançamento do selo Rosa dos Tempos, fundado por Rose Marie Muraro e Ruth Escobar em 1990 e que volta à ativa este ano. Outros sete títulos estão previstos até dezembro, entre eles, O mito da beleza, de Naomi Wolf; Mamãe&Eu&Mamãe, de Maya Angelou; e A terra das mulheres, de Charlotte Perkins Gilman. A ideia é atender uma demanda que se fortaleceu em 2017, com protestos de mulheres nas ruas e nas redes sociais, incluindo a literatura, por meio do movimento #leiamulheres. “A “Rosa” é totalmente colaborativa, sem hierarquia, com editoras de perfis distintos, todas motivadas e unidas pelo objetivo que é gerar o melhor conteúdo para contribuir pro debate, sempre”, afirma Roberta Machado. vice-presidente e diretora comercial do Grupo Record, do qual o selo faz parte. Em parceria com o Instituto Rose Marie Muraro, sediado na Glória, cada exemplar publicado pelo selo será enviado à biblioteca mantida pela instituição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s