Poemas quase como um diário

Captura de Tela 2018-01-31 às 09.59.21Décimo quarto livro da poeta Fernanda Oliveira, No meio do lado (Imprimatur) reúne poemas curtíssimos. São registros de pensamentos que por vezes podem ter uma única linha, mas revelam doces facetas do cotidiano. O tema que une todos os versos é o amor – a procura, a falta, o mergulho, a emoção. Não há títulos, os poemas vão se encadeando quase como um diário ou uma seleção de aforismos cheios de musicalidade, delicadeza e concisão. Confira três dos poemas do livro:

Por que eu não olhei na hora?

Porque eu não quis ver

Eu queria aquela hora, só.

__________________________

A vida é uma troca

Trocar e não trocar, na hora de um e de outro.

__________________________

Uma conversa é boa

Quando consegue escutar não o que se diz

Mas o som da voz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s