Inscrições abertas para a segunda edição do Prêmio Retratos da Leitura

unnamedEstão abertas as inscrições para o 2º Prêmio Retratos da Leitura, organizado pelo Instituto Pró-Livro, que realiza a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil. O prêmio se destina a projetos que fazem parte da Plataforma Pró-Livro, mas vale lembrar que mesmo projetos já cadastrados na plataforma precisam de inscrição. No ano passado foram contemplados projetos como Skoob, Expedição Vaga Lume, Companhia das Letras – Projeto Clube de leitura com remição de pena, Rede Bibliotecas Parque Estadual do Rio de Janeiro e Globo News Literatura. Para a edição de 2017, as inscrições vão de primeiro a 31 de agosto. Basta acessar a Plataforma Pró-Livro (www.plataforma.prolivro.org.br). Como no ano anterior, serão escolhidos projetos em quatro categorias: Empresas da cadeia produtiva do livro; Organizações Sociais; Mídia; Bibliotecas públicas e comunitárias. Uma equipe de especialistas fará uma seleção prévia dos finalistas e uma comissão de jurados elegerá três vencedores para cada uma das categorias. A entrega da segunda edição do prêmio ocorrerá em novembro de 2017. Além de ser um reservatório de projetos de incentivo à leitura, a Plataforma Pró-Livro também possibilita o intercâmbio de informações, pois oferece espaço para fóruns de discussões, acervo digital de estudos, teses, publicações e artigos voltados à leitura, alimentado pelos próprios usuários e, também pela curadoria do IPL.

Anúncios

Inscrições para o Jabuti vão até o dia 18

unnamedInteressados em concorrer ao 59º Prêmio Jabuti, realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), têm até o dia 18 de julho para se inscrever. Mais tradicional prêmio do livro brasileiro, o Jabuti deste ano conta com 29 categorias, incluindo as duas novas: “História em Quadrinhos” e “Livro Brasileiro Publicado no Exterior”. Podem ser inscritas obras publicadas em primeira edição, entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2016. As inscrições devem ser feitas pelo site http://premiojabuti.com.br/.

Biblioteca do Paraná tem inscrições abertas para prêmio que dá R$ 30 mil e edição da obra

titulo_premioEstão abertas até o dia 31 de agosto as inscrições para o Prêmio Paraná de Literatura 2017, da Biblioteca Pública do Paraná. Como nas edições anteriores, realizadas em 2012, 2013 e 2014, o concurso da Secretaria da Cultura do Paraná vai selecionar livros inéditos em três categorias: Romance, Contos e Poesia. O vencedor de cada categoria receberá R$ 30 mil e terá sua obra publicada pelo selo Biblioteca Paraná, com tiragem de mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente em bibliotecas estaduais e diversos pontos de cultura do país. Os premiados também receberão cem cópias de seus livros e poderão, mais tarde, reeditar os trabalhos por outras editoras. As inscrições são gratuitas e online, e devem ser feitas no endereço http://www.bpp.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=96. O resultado será divulgado na primeira quinzena de dezembro.

Historiador baiano leva o Prêmio Machado de Assis

44127691917-304O historiador baiano João José Reis é o vencedor do Prêmio Machado de Assis de 2017, concedido pela Academia Brasileira de Letras. Referência mundial para o estudo da História e da escravidão no século XIX no Brasil, ele receberá o prêmio em solenidade no Salão Nobre do Petit Trianon no dia 20 de julho, quando a ABL estará comemorando seus 120 anos de fundação. No dia 29, ele participa da Festa Literária Internacional de Paraty, na mesa Foras de Série, ao lado de Ana Miranda. Graduado em História pela Universidade Católica de Salvador, com mestrado e doutorado pela Universidade de Minnesota e diversos pós-doutorados, que incluem a Universidade de Londres e a de Stanford, ele é autor de A morte é uma festa: ritos fúnebres e revolta popular no Brasil do século XIX (1991, vencedor do Prêmio Jabuti), Rebelião escrava no Brasil (2003), Domingos Sodré, um sacerdote africano (2008) e O alufá Rufino: tráfico, escravidão e liberdade no Atlântico Negro (2010, com Flávio dos Santos Gomes e Marcus Joaquim de Carvalho). Atualmente é professor titular do departamento de História da Universidade Federal da Bahia.

Sesc-DF vai premiar crônicas e contos inéditos

logo_sescEstão abertas até o fim de mês as inscrições para os prêmios culturais do Sesc do Distrito Federal. As duas categorias literárias, Prêmio Sesc Contos Machado de Assis e Prêmio Sesc de Crônicas Rubem Braga, são abertas a escritores de todo o país. Cada participante pode inscrever gratuitamente até dois trabalhos inéditos, com tema livre. O resultado sairá no dia 25 de setembro. O vencedor leva R$ 2 mil; o segundo colocado, R$ 1.500; e o terceiro, R$ 1 mil. Confira os editais em https://www.sescdf.com.br/inscricoes-abertas-para-os-premios-culturais-sesc-2017/

Manuel Alegre vence Camões

1335561680P1pXY1gi8Vf72NZ8O poeta português Manuel Alegre é o ganhador do Camões, principal premiação da literatura em língua portuguesa, que é dada a um escritor lusófono anualmente pelo conjunto da obra. Com a escolha, Portugal se iguala ao Brasil, com 12 premiados. O escritor vai receber 100 mil euros em cerimônia que será marcada em Lisboa. Nascido em 1936, deputado durante 34 anos, Manuel Alegre é autor de livros como Cão como nós, único publicado no Brasil, Senhora das tempestades, Alma, A terceira roda Bairro ocidental. No ano passado, o Camões foi para o brasileiro Raduan Nassar. O último português a vencer o prêmio tinha sido Helia Correa, em 2015.

Jabuti tem duas novas categorias

unnamedO novo curador do Jabuti, Luiz Armando Bagolin, anunciou hoje duas novas categorias para a edição deste ano do prêmio promovido pela Câmara Brasileira do Livro: “História em Quadrinhos” e “Livro Brasileiro Publicado no Exterior”. “História em Quadrinhos”, que anteriormente era contemplada pela “Adaptação”, vai abarcar livros compostos por histórias originais ou adaptadas, contadas por meio de desenhos sequenciais, definidas pela união de cor, mensagem e imagem. Já a categoria “Livro Brasileiro Publicado no Exterior” vem para dar visibilidade à produção editorial brasileira que é promovida lá fora. Poderão ser inscritos livros de autor(es) brasileiro(s) nato(s)/naturalizado(s) publicado no exterior em primeira edição no período entre 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2016, em qualquer gênero, ficção ou não ficção. Segundo o curador, a criação dessas categorias demonstra esse novo momento que o prêmio e a literatura estão vivendo: “Existem várias formas de contar uma mesma história. Ela pode vir por desenhos, por palavras, em português, em outras línguas. O importante é valorizarmos todas essas formas de contar. Criar essas novas categorias era essencial para mostrarmos a força de nossa produção editorial, representada pela riqueza que o brasileiro produz”. Para apoiar as definições e próximos passos do prêmio, Bagolin convidou quatro estudiosos do mercado editorial para formar seu conselho curatorial: Jair Marcatti, professor da Escola Superior de propaganda e Marketing (ESPM) e coordenador do Observatório de Economia Criativa da mesma instituição; Luis Carlos de Menezes, professor sênior do Instituto de Física da Universidade de São Paulo e coordenador Acadêmico da Faculdade SESI/SP de educação; Pedro Almeida, publisher, jornalista e professor de literatura; e Eduardo Jardim, filósofo, professor, autor, vencedor do Livro do Ano de 2016. As inscrições para as 29 categorias do 59º Prêmio Jabuti começam no dia 18 de maio, e poderão ser realizadas diretamente pelo http://premiojabuti.com.br/.