Sesc-DF vai premiar crônicas e contos inéditos

logo_sescEstão abertas até o fim de mês as inscrições para os prêmios culturais do Sesc do Distrito Federal. As duas categorias literárias, Prêmio Sesc Contos Machado de Assis e Prêmio Sesc de Crônicas Rubem Braga, são abertas a escritores de todo o país. Cada participante pode inscrever gratuitamente até dois trabalhos inéditos, com tema livre. O resultado sairá no dia 25 de setembro. O vencedor leva R$ 2 mil; o segundo colocado, R$ 1.500; e o terceiro, R$ 1 mil. Confira os editais em https://www.sescdf.com.br/inscricoes-abertas-para-os-premios-culturais-sesc-2017/

Anúncios

Manuel Alegre vence Camões

1335561680P1pXY1gi8Vf72NZ8O poeta português Manuel Alegre é o ganhador do Camões, principal premiação da literatura em língua portuguesa, que é dada a um escritor lusófono anualmente pelo conjunto da obra. Com a escolha, Portugal se iguala ao Brasil, com 12 premiados. O escritor vai receber 100 mil euros em cerimônia que será marcada em Lisboa. Nascido em 1936, deputado durante 34 anos, Manuel Alegre é autor de livros como Cão como nós, único publicado no Brasil, Senhora das tempestades, Alma, A terceira roda Bairro ocidental. No ano passado, o Camões foi para o brasileiro Raduan Nassar. O último português a vencer o prêmio tinha sido Helia Correa, em 2015.

Jabuti tem duas novas categorias

unnamedO novo curador do Jabuti, Luiz Armando Bagolin, anunciou hoje duas novas categorias para a edição deste ano do prêmio promovido pela Câmara Brasileira do Livro: “História em Quadrinhos” e “Livro Brasileiro Publicado no Exterior”. “História em Quadrinhos”, que anteriormente era contemplada pela “Adaptação”, vai abarcar livros compostos por histórias originais ou adaptadas, contadas por meio de desenhos sequenciais, definidas pela união de cor, mensagem e imagem. Já a categoria “Livro Brasileiro Publicado no Exterior” vem para dar visibilidade à produção editorial brasileira que é promovida lá fora. Poderão ser inscritos livros de autor(es) brasileiro(s) nato(s)/naturalizado(s) publicado no exterior em primeira edição no período entre 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2016, em qualquer gênero, ficção ou não ficção. Segundo o curador, a criação dessas categorias demonstra esse novo momento que o prêmio e a literatura estão vivendo: “Existem várias formas de contar uma mesma história. Ela pode vir por desenhos, por palavras, em português, em outras línguas. O importante é valorizarmos todas essas formas de contar. Criar essas novas categorias era essencial para mostrarmos a força de nossa produção editorial, representada pela riqueza que o brasileiro produz”. Para apoiar as definições e próximos passos do prêmio, Bagolin convidou quatro estudiosos do mercado editorial para formar seu conselho curatorial: Jair Marcatti, professor da Escola Superior de propaganda e Marketing (ESPM) e coordenador do Observatório de Economia Criativa da mesma instituição; Luis Carlos de Menezes, professor sênior do Instituto de Física da Universidade de São Paulo e coordenador Acadêmico da Faculdade SESI/SP de educação; Pedro Almeida, publisher, jornalista e professor de literatura; e Eduardo Jardim, filósofo, professor, autor, vencedor do Livro do Ano de 2016. As inscrições para as 29 categorias do 59º Prêmio Jabuti começam no dia 18 de maio, e poderão ser realizadas diretamente pelo http://premiojabuti.com.br/.

Terminam amanhã inscrições pro Prêmio SP

logo-premio-1Terminam amanhã as inscrições para a 10ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura. Escritores e editoras podem inscrever obras literárias publicadas em 2016 em duas categorias: Melhor Livro do Ano e Melhor Livro do AnoAutor Estreante – esta última dividida em duas modalidades Autores com mais de 40 anos e Autores com menos de 40 anos. O prêmio é o maior do país em valor de premiação individual: R$ 200 mil para o Melhor Livro do Ano e R$ 100 mil para cada autor estreante. Confira o regulamento em http://www.premiosaopaulodeliteratura.org.br/

Divulgados os vencedores do Prêmio Off Flip

Captura de Tela 2017-04-11 às 09.51.13Foram divulgados os vencedores do Prêmio Off Flip 2017. Mauricio de Almeida venceu na categoria Conto, com Uma noite no século. Ricardo de Carvalho Gualda ficou em segundo lugar com Para lá e para cá, seguido por André Almeida Villani, com Debaixo da lama; Marisa Guaranys, com Jaguarundi; e Roberto Carlos Soares Sobrinho, com Nas árvores os besouros. O norte secreto dos argonautas gregos, de Éder Rodrigues, ganhou o primeiro lugar na categoria Poesia. Os figos, de Estela Rosa Garcia, ficou em segundo; Fotografia, de Júlio César Meireles de Andrade, em terceiro, e A cereja, de Bluma Waddington Vilar de Queiroz, em quarto. Os contos e poemas selecionados serão publicados em coletânea a ser lançada em e-book, com download gratuito aos leitores. O primeiro lugar na categoria Literatura infantojuvenil foi para Livroeiro, de Pepita Sampaio Cardoso Sequito, que terá seu livro publicado pelo Selo Off Flip. O misterioso Caxambu, de Juliana do Nascimento Correia, ficou em segundo lugar, seguido de O desejo, de Daniele de Lima Mesquita. A premiação total chega a R$ 30 mil, além de estadia durante a Flip, passeio de escuna e cota de livros. Entre os primeiros colocados será escolhido um autor que cumprirá residência em Paraty para desenvolver um projeto literário durante 30 dias.

Jabuti tem novo curador

Captura de Tela 2017-04-04 às 12.32.27A Câmara Brasileira do Livro confirmou Luiz Armando Bagolin como o novo curador do Prêmio Jabuti. Nascido em Ribeirão Preto, Bagolin, 53 anos, é doutor em Filosofia pela FFLCH/USP, especializado em Estética e História das Artes, em particular, sobre o Renascimento Italiano. É também estudioso da história dos livros e das edições e dos diversos gêneros de figuração impressa, desde o século XVI. Foi curador da participação oficial da cidade de São Paulo na 40ª Feira Internacional do Livro, em Buenos Aires (2014) e diretor da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, entre 2013 e 2016. Ele foi responsável pelo reposicionamento da biblioteca, que passou a oferecer uma extensa programação cultural e operar durante 24h. Durante as primeiras semanas de trabalho, Bagolin será responsável por definir o novo conselho curador do prêmio e os próximos passos para o lançamento da 59ª edição. Calendário de inscrições e criação de novas categorias deverão ser estruturados depois.

Universidade de Salamanca cria prêmio para livros em língua espanhola e portuguesa

BarcelonaA Universidade de Salamanca está promovendo o Iº Prêmio Iberoamericano de Livro Informativo para crianças e jovens. Autores e editoras podem inscrever até 30 de abril obras infantis e juvenis publicadas em português ou espanhol entre 2011 e 2016. Outras informações estão disponíveis no link http://anatarambana.blogspot.com.br/2017/02/convocado-el-i-premio-iberoamericano-de.html